Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘flor’

Era uma vez uma flor. Uma flor igual a tantas outras e que exalava perfume como tantas outras.

O dia estava lindo, o sol radiante e um vento suave soprava por entre suas folhas.

Crianças ao seu redor, brincavam. De alguma torneira próxima saíam pequenos jatos de uma água refrescante que fazia suas raízes revigorarem.

O dia estava perfeito.

Então… de onde vinha essa tristeza e angústia que ela sentia?

Ela tentava se lembrar. Poderia ser alguma palavra proferida por alguém que por ali passou. Poderia ser uma de suas pétalas que desbotou. Ou quem sabe foi apenas uma folha que caiu de seu caule?

A verdade é que aquela tristeza estava aumentando e a cada minuto um vazio a invadia e a sensação era de que um grande e profundo buraco se abria e a engolia.

Quantas vezes nos deparamos com essa situação dentro de nós?

Olhamos ao nosso redor e não vemos saída. Nos desesperamos e queremos nos refugiar em alguma lugar escuro e inacessível onde ninguém nos veja ou fale conosco.

De repente uma raiz de tristeza toma conta da nossa alma e nosso espírito se abate. O que fazer? Para onde fugir? Como sorrir quando queremos chorar?

Descobrimos que essa dor vem da busca que fazemos de nós mesmos! E quão difícil é nos encontrarmos!

Olhamos para nós mesmos e vemos o que não gostaríamos de ver, encontramos o que não queríamos encontrar. Estamos em constante desapontamento com nosso interior. Dizemos coisas das quais nos arrependemos, temos pensamentos dos quais nos envergonhamos e atitudes que pensamos que nunca teríamos.

E isso nos traz tristeza de alma e espírito.

Temos o hábito de apontar os erros do nosso próximo, e isso reflete muito do que somos, pois ao ter essa atitude escondemos nossos próprios erros, erros que não queremos ver, erros que não temos forças para mudar, erros que nos entristece.

E porque acontece isso?

Porque não buscamos sermos semelhantes a Cristo!

A Palavra de Deus nos diz em I João 1-16:

  • “1 Meus filhinhos, escrevo a vocês estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.
  • 2 Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo.
  • 3 Sabemos que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos.
  • 4 Aquele que diz: “Eu o conheço”, mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele.
  • 5 Mas, se alguém obedece à sua palavra, nele verdadeiramente o amor de Deus está aperfeiçoado. Desta forma sabemos que estamos nele:
  • 6 aquele que afirma que permanece nele deve andar como ele andou.”

Se buscarmos conhecer o caráter de Deus e conhecer o Senhor a cada dia mais, o Espírito Santo nos auxiliará a andar em novidade de vida (como Jesus).

É certo que só teremos a compreensão da beleza de andar como Jesus, quando Suas raízes estiverem fincadas firmemente no nosso coração. Pois quando sentimos confiança e fé em nós mesmos, podemos enlaçar nossos sonhos com os sonhos que o Senhor tem para nós!

Busquemos  portanto, cultivar as boas ações, os bons pensamentos, deixando o amor de Cristo nos trazer leveza de alma e espírito.

Por Rosimeire Leite

Anúncios

Read Full Post »

Teologando

reflexões sobre a teologia cristã

Design

Just another WordPress.com weblog

Vida com Deus

Uma maneira simples e prazerosa de garantir o seu bom dia!

justicaparaonovomilenio

Just another WordPress.com site