Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘dos sonhos’

Penso nos sonhos que quis idealizar. Revivo as aventuras que tive nos meus sonhos.

Morei em castelos, corri por florestas encantadas, pulei de altas rochas em direção ao mar. Sim, eu sonhei grandes coisas.

Acreditei em fadas…e bruxas…e príncipes…e castelos… e carruagens…e tesouros…e lâmpadas mágicas…

Viajei pelos livros. E através deles, conheci o mundo. Conheci o mundo das fantasias, e conheci o mundo real.

Sonhei coisas possíveis, e sonhei coisas irreais e inexistentes.

Um dia acordei. Me vi rodeada por meus personagens reais. Acordei e acreditei que alguns sonhos poderiam ser realizados. Cheguei perto de realizar alguns sonhos, e os vi escorregar por entre os meus dedos. Então chorei! E me vi sem sonhos, me vi sem o que me movia. E chorei!

Se você se identificou com esse pequeno texto, se você se encontrou em alguma frase descrita acima e novamente sentiu o vazio que a falta dos sonhos deixou no seu coração, então deixe-me te falar aquilo que você tem medo de pronunciar: Você está decepcionado com Deus!

Um dia você acreditou que seus sonhos poderiam ser realizados, e quando achou que ia concretizá-los, algo deu errado e isso fez com que você se sentisse decepcionado com Deus, com as pessoas e com o mundo. E se perguntou: Porque comigo não poderia ser real? Porque não consigo realizar meus sonhos, sonhos tão simples…?

Um dia você desabafou com algum amigo sobre isso e ouviu a frase: “Sua hora vai chegar.” Ou “Ainda não é o tempo de Deus”. E aí você se perguntou: já que o tempo de Deus chegou para tantas pessoas, porque não chega para mim?

E de novo você chorou!

A palavra de Deus nos diz que “Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.” (Tiago 4:3).

Mas pense comigo, desejar algumas coisas que estão no mundo, não é pedir mal, visto ser para o nosso bem estar físico, espiritual e moral.

O grande problema é quando desejamos algo que não vai engrandecer o nome do nosso Deus, ou que não servirá de testemunho para os que nos cercam.

Muitas vezes, o Senhor nos deixa “de molho” na longa fila de espera, para que ao receber a realização do seu sonho, isso sirva de testemunho do poder que Ele tem sobre nossas vidas.

Ficar decepcionado com o Senhor só se torna pecado quando essa decepção sai dos nossos lábios em forma de murmuração. Quando se usa de sinceridade para com o Senhor, Ele é fiel e justo para nos abençoar. Jamais devemos deixar de falar para Deus o que está nos incomodando, mesmo sabendo que Ele nos conhece, o Senhor gosta que desabafemos com Ele.

Antes de murmurar, devemos nos lembrar de fazer uma auto avaliação;

Somos trapos de imundícia. Quem não se sentiria assim após uma auto avaliação sincera?

A imundícia persegue nossos pensamentos, nossos atos, nossos olhos, nossos sentimentos. Sim, somos trapos de imundícia! E portanto, não merecedores do grande amor do Pai.

“Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniquidades como um vento nos arrebatam.” Isaías 64:6

Mas independente disso, Ele nos ama!

Nem tudo é fácil. Na verdade tudo é difícil!

A comunicação é difícil, o diálogo é difícil, o entendimento é difícil enfim, os relacionamentos são difíceis.

Expor para Deus nossos sentimentos de frustação, de raiva, de decepção, não é fácil!

Devemos nos perguntar: Tudo o que temos é verdadeiramente nosso? conseguimos nossas coisas por nosso próprio esforço?

A resposta é simples: SIM, tudo o que você tem é seu, para seu uso enquanto estiver nesta terra. Sim, você conseguiu com seus esforços.

Porém, a essas resposta segue, atrelada, outra pergunta: Quem te deu a motivação, inspiração ou força para adquirir o que você conseguiu?

Sim, foi Deus! E como dono de tudo o que existe no universo, tudo pertence a Ele.

Mas que confusão! Essas coisas me pertencem ou pertencem a Deus?

Simples, Deus te deu para que você usufrua enquanto estiver nesta terra, porque daqui você não poderá levar nada!

Posto isso, vamos retornar aos sonhos perdidos… A palavra de Deus diz que o Senhor atende os desejos do nosso coração, “Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração.”(Salmos 37:4)

Quando passamos a andar confiadamente com o Senhor, passamos a acreditar que os sonhos se tornarão em realidade. O tempo da espera é o tempo que o Senhor está nos capacitando para receber.

E quando do Senhor recebemos a realização dos nossos sonhos, vemos que nada demora, verdadeiramente tudo vem no tempo certo.

Não deixe que as circunstancias tirem seus sonhos, não desista de pedir e clamar ao Senhor pela concretização deles. Se preciso for, peça a Ele que seja o seu juiz, julgando se os sonhos que você tem colocado diante Dele são justos. E creia que Ele, o Senhor Deus, irá realizar cada um de seus sonhos, desde que eles não sejam para fins egoístas.

Creia, seus sonhos não caem por terra ou se perdem nas nuvens. O Senhor os vê e se alegra em sonhar com você!

Quando o desanimo vier e quiser te levar ao desespero, medite nos seguintes versículos:

“Descansa no SENHOR, e espera Nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos.” Salmos 37:7

“Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.” Salmos 37:11

“Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho.” Salmos 37:23

“Mas a salvação dos justos vem do SENHOR; ele é a sua fortaleza no tempo da angústia.” Salmos 37:39

 Bons sonhos!

(Por Rosimeire Leite)

Read Full Post »

Teologando

reflexões sobre a teologia cristã

Design

Just another WordPress.com weblog

Vida com Deus

Uma maneira simples e prazerosa de garantir o seu bom dia!

justicaparaonovomilenio

Just another WordPress.com site